Antecedentes

A criação do CRESPIAL enquadra-se no âmbito da 32º Conferência Geral da UNESCO onde, com o patrocínio dos Estados Membros, aprovou-se a Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial (outubro, 2003), documento que constituiu o primeiro instrumento sobre o tema em nível internacional.

Enquadra-se, além disso, na XIII Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo onde os países ibero-americanos reiteram seu respaldo a Convenção, apoiando a iniciativa do Diretor Geral da UNESCO e do Governo Peruano para a fundação do CRESPIAL. O apoio foi renovado com a Declaração de Quirama, Colômbia (junho, 2003) firmada pelos Chefes de Estado e pelos Governos da Bolívia, da Colômbia, do Equador, do Peru e da Venezuela no marco do XIV Conselho Presidencial Andino.

O apoio foi reafirmado no Seminário Regional para América Latina sobre a Convenção da UNESCO para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial realizado em Paraty, Rio de Janeiro, Brasil (junho, 2004) onde se recomenda ratificar a Convenção de 2003, empreender ações de salvaguarda e sensibilização e promover a criação de redes de intercâmbio de informação com respeito à salvaguarda do PCI na América Latina e no Caribe.

Em agosto de 2005, Yucay (Urubamba, Cusco. Peru) foi o cenário para a primeira reunião para a criação do CRESPIAL, contou-se com a participação da Argentina, da Bolívia, do Brasil, da Colômbia, do Chile, do Equador, do Paraguai, do Peru, do Uruguai e da Venezuela. A segunda reunião foi em Brasília, Brasil (maio, 2006) aprovando-se o Plano de Ação Regional e seus objetivos.

Em 22 de fevereiro de 2006 materializa-se sua criação e funcionamento através da firma do Acordo entre a UNESCO e Governo do Peru em Paris (França).

Saiba Mais: Documentos Fundações

 
Centro Regional para la Salvaguardia del Patrimonio Cultural Inmaterial de América Latina

Copyright © 2014 CRESPIAL
Urbanización Larapa Grande C-6-1 Av. 3 Las retamas, San Jerónimo, Cusco, Perú.
Telefax: +51 84 310308