Noticias

14.11.2017

II Carta de Fortaleza amplia diretrizes da Política do Patrimônio Imaterial - BRASIL

II Carta de Fortaleza amplia diretrizes da Política do Patrimônio Imaterial - BRASIL

A II Carta de Fortaleza está pronta e pode ser considerada um marco na trajetória da Política de Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. Concebido no dia 11 de novembro, o documento é resultado das discussões de especialistas nacionais e internacionais, governo e sociedade, reunidos para o II Seminário de Fortaleza realizado na capital cearense. A Carta apresenta princípios, diretrizes, moções de apoio e de repúdio sobre temáticas que envolvem a salvaguarda do Patrimônio Cultural de natureza Imaterial. 

Promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (IPHAN) em celebração de seus 80 anos de existência, o evento ocorrido entre 8 a 11 de novembro, revisitou a trajetória da elaboração, os caminhos da implementação, bem como os avanços e futuro dessa Política.

Nas duas últimas décadas, além de cumprir as recomendações da primeira Carta de Fortaleza no que diz respeito à criação de instrumento legal destinado à proteção de bens culturais de natureza imaterial, o Iphan, com o apoio da sociedade, realizou o Registro de 41 bens culturais imateriais; impulsionou uma ampla aplicação do Inventário Nacional de Referencias Culturais (INRC) em todo território nacional, com cerca de 160 inventários concluídos.

Mais informações: IPHAN

<< Regresar a Noticias
 
Centro Regional para la Salvaguardia del Patrimonio Cultural Inmaterial de América Latina

Copyright © 2014 CRESPIAL
Urbanización Larapa Grande C-6-1 Av. 3 Las retamas, San Jerónimo, Cusco, Perú.
Telefax: +51 84 310308